Simulador de Frete
- Calcular frete

A Avelã é tão rica em proteínas e gorduras que o consumo de 15 a 20 avelãs pode ocupar o espaço de uma refeição integral, embora esta troca não seja recomendada!

Se forem raladas, trituradas ou moídas, podem ser mais aproveitadas, pois assim cumprem uma tarefa significativa no âmbito da nutrição, especialmente na dieta de diabéticos e de pessoas que querem emagrecer, sempre sob a orientação de um nutricionista.

Possui quantidade significativa de potássio, fósforo, ferro, magnésio e vitaminas A, E, B1, B2 e C. Por apresentar alta quantidade de vitamina B1 e possuir fósforo, é excelente para a memória.

É indicada para pessoas com diabetes, desnutrição e anemia. Previne e reduz problemas relativos à taxa de colesterol alto. A presença do fósforo e da vitamina B1 contribuem para a memória.

Ingredientes: Avelã sem casca.

É importante lembrar que as avelãs devem ser consumidas após serem torradas. Para fazer a torra da avelã, basta levá-las à uma frigideira em uma camada única e mexer em fogo médio até que comecem a ficar com a cor marrom. Após começar a mudar de cor, fique atento para não queimá-las, pois isto pode ser muito rápido. Após torradas, retire imediatamente da frigideira para que não se queimem. Transfira as avelãs para um pano limpo e embrulhe-as esfregando levemente umas nas outras. Desta forma você removerá as partes mais finas da casca.

Você pode manter as avelãs congeladas após assá-las, pois desta forma elas duram muitos meses. Para consumir basta deixar descongelando em temperatura ambiente.

De preferência armazene as oleaginosas na geladeira, em recipientes de vidro ou de plástico bem vedados, assim elas ficarão frescas por mais tempo. Evitar exposição ao calor e à luz pois pode deixar as oleaginosas rançosas rapidamente.

Alérgicos: contém oleaginosas e pode conter traços de amendoim, soja leite, glúten ou albumina conforme RDC 26/2015.

Tabela Nutricional #ZonaCerealistaOnline

Deixe seu comentário e sua avaliação


Características